Bem-vindo(a) à Linha Podológica. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Podologia, a ciência da área da saúde humana responsável pela investigação, prevenção, diagnóstico e tratamento dos problemas de saúde do pé e das suas repercussões no corpo humano.

Espero que este blog lhe seja útil!


Envie a sua questão

Este blog foi feito a pensar na saúde e bem-estar dos seus pés. Espero que lhe seja útil! Compostos por 26 ossos, 33 articulações, 20 músculos e mais de 100 ligamentos, os pés são o alicerce de todo o corpo, e é deles que depende o equilíbrio do aparelho locomotor. A saúde e o bem estar dos nossos pés deve ser mais do que uma simples preocupação estética e requer os cuidados especializados de um Podologista.
pesquisar neste blog
 
Artigos
Temas

2014

adução

alterações biomecânicas

amputações

anteversão femural

app

áreas de intervenção da podologia

associação portuguesa de podologia

barça

barcelona

bebés

bem estar

biomecânica

bolhas

bromohidrose

calçado

calçado adequado

calçado ideal

calçado inadequado

calçado infantil

calçado para criança

calos

calosidades

características calçado

check up podológico

coma diabético

comichão

como escolher o calçado

competências profissionais

congresso

cuidados com o pé diabético

curiosidades

dermatofitia

dermatomicose

diabetes

diabetes mellitus

diabético

dieta do diabético

doctor of podiatrist medicine

dor nos pés

dor pés

dpm

excesso de transpiração

fasceíte plantar

fotografias

fotos

fotos de pés

fungos

glicose

gretas

helomas

hierhidrose

higiene

higiene do pé diabético

hiperhidrose

hipoglicémia

insuficiência de tecido adiposo

insulina

joanetes

mau cheiro

micose

micose nas unhas

micoses

micoses nas unhas/onicomicoses/fungos

neuroma de morton

onicomicose

onicomicoses

ortóteses

ortóteses plantares

palmilhas

papiloma vírus

papiloma virus

pé boto

pé cavo

pé chato

pé de atleta

pé diabético

pé plano

pele seca

pés

podiatra

podiatras

podiatria

podiatrist

podologia

podologia em portugal

podologista

podologistas

podólogo

podólogos

prurido

regulamentação da profissão

saltos altos

sapatos

sevilha

unha encravada

unhas encravadas

verruga

verrugas

todas as tags

Quarta-feira, 17 de Outubro de 2007
O que é a Podologia?
A Podologia é a ciência da área da saúde que estuda, previne, diagnostica e trata as alterações dos pés e as suas repercussões no corpo humano

 

 

A palavra Podologia deriva do grego: “podo” significa pé e “logos” significa tratado. Assim, podemos definir Podologia como “estudo e tratamento dos pés”.

Tal como noutras ciências da saúde, verificou-se nos últimos tempos uma grande evolução na qualidade e no tipo de serviços prestados nesta área, o que faz com que a definição anterior se torne insuficiente para caracterizar a Podologia no seu estado actual.

 

 Esta evolução foi possível também graças à aplicação de novas tecnologias nos métodos de diagnóstico e aplicação de novos tratamentos, tornando a Podologia numa área da saúde altamente especializada, que nada tem a ver com simples tratamentos de estética, como algumas pessoas pensam, por falta de informação.

 

Assim, de forma mais rigorosa, pode-se definir Podologia como o ramo das ciências da saúde que tem por objectivo a prevenção, o estudo, a investigação e o tratamento dos processos patológicos do pé.

 

   

O que é um Podologista / Podiatra?

 

Podologista ou podiatra é um profissional de saúde da área da Podologia, que tem como principal objectivo estudar, prevenir e tratar a causa da patologia, com capacidade para elaborar um diagnóstico mediante a recolha de dados e para efectuar o respectivo tratamento.

 

 

Desde quando se estuda Podologia em Portugal?

 

Em Portugal estuda-se Podologia desde Outubro de 1994, contudo só em 1997 se oficializou o Curso Superior de Podologia, atribuindo o grau de Bacharel pela conclusão com aproveitamento de todas as unidades curriculares que integram o plano de estudos referente a três anos de formação superior.

 

Mas a Podologia não parou por aqui: a 16 de Fevereiro de 2001 foi reconhecido o grau de licenciado pela conclusão com aproveitamento de todas as unidades curriculares que integram o plano de estudos referente a quatro anos de formação superior.

 

Desta forma, Portugal é o primeiro país da Europa a conseguir este grau de ensino em Podologia – Licenciatura. Só nos Estados Unidos é atribuído um grau mais elevado, denominando-se a Podologia de Medicina Podiátrica.

 

  

 

Porque é tão importante estudar os pés?

 

Os pés são o único ponto básico do aparelho locomotor, que assegura a posição erguida (bípede), intervindo nesta função os músculos que actuam sobre a cabeça e tronco, as ancas e as pernas. Qualquer alteração da dita posição significa a afectação de todos os elementos que contribuem para a dinâmica do corpo.

Daqui se conclui que o estudo do pé não pode ser isolado do restante aparelho locomotor; como estrutura complexa que é, necessita do suporte, apoio e interacção de ciências distintas que complementam esta formação integrada.

Os pés são também a base de sustentação do organismo humano, são eles que suportam o peso do corpo, ficando sujeitos a uma enorme tensão. Além de suportarem o peso do corpo, os pés estão sujeitos a um enorme desgaste.

Por exemplo, os pés de uma pessoa de 70 anos fizeram um percurso equivalente a 3 vezes a volta ao mundo.

 

 

Quais são as funções do Pé?

 

O pé é o principal suporte do peso do corpo. Basicamente tem duas funções distintas: uma em estática (quando o indivíduo se encontra parado e de pé), e outra em dinâmica (quando o indivíduo se encontra em movimento).

A função em estática diz respeito à distribuição de forças que o peso do corpo faz incidir sobre os pés.

A função em dinâmica é bastante complexa porque engloba o estudo da mecânica dos pés e de todo o corpo – Biomecânica – mas de uma forma básica pode ser descrita como um “motor activo”, porque permite a propulsão, o caminhar, correr, saltar, etc. A função dinâmica é também amortecedora das pressões que chegam ao pé durante a marcha, a corrida e o salto. Por permitir a adaptação a movimentos complexos e especializados o pé pode ser chamado de “técnico especializado.”

Como se pode ver o pé é uma estrutura de enorme importância para o nosso corpo, permitindo a interacção do corpo com o solo e com o meio que nos rodeia, tornando-nos capazes de executar movimento e de captar e perceber estímulos que nos são enviados pelo exterior.

 

 

Em concreto, de que problemas trata a Podologia?

 

A Podologia dedica-se ao estudo do pé em diferentes áreas, tais como:

v    Dermatopodologia (alterações da pele e unhas);

v    Ortopodologia (ortopedia do pé);

v    Biomecânica (estudo estático e dinâmico do pé);

v    Podologia Infantil (tratamento do pé na criança);

v    Podologia Desportiva (estudo funcional do pé do desportista);

v    Podologia e Pé de Risco (pé diabético; pé reumático , ...);

v    Podologia Geriátrica (intervenção no pé do idoso)

v    Podologia Preventiva (prevenção em diversos âmbitos: desporto, Diabetes, Reumatismo...);

           

De forma sucinta, podemos destacar:

Alterações da pele

·        Calosidades (helomas, tilomas, hiperqueratoses)

·        Micoses (dermatomicoses, ex. Pé de Atleta)

·        Úlceras, Feridas, Gretas

·        Verrugas, Papiloma vírus (“Cravos”)

·        Pele seca e descamativa (xeroses, desidrose, ...)

·        Excesso de Transpiração e Mau Cheiro (hiperhidrose, bromohidrose)

 

 

 

Alterações das Unhas

·        Unhas Encravadas

·        Micóticas (onicomicoses)

·        Engrossadas (onicogrifoses)

 

Alterações do Pé

·        Alterações Biomecânicas (Esporão do Calcâneo, Fasceite Plantar Pé Cavo, Pé Plano/Chato,...)

·        Estudo da Marcha (Caminhar Incorrecto e/ou com Dor)

·        Deformidades dos Dedos e Joanetes

·        Dismetrias e Heterometrias (Pernas de Diferentes Tamanhos)

·        Palmilhas, Próteses e Elementos Ortopédicos Personalizados

 

Pé do Adulto

·        Pé Reumático

·        Pé Vascular

·        Pé Neurológico

·        Pé do Idoso

 

Pé Diabético

·        Feridas e Úlceras Típicas

·        Alterações Estruturais

·        Palmilhas Preventivas

 

Pé da Criança

·        Apoio Incorrecto dos Pés

·        Juntar os Joelhos

·        Cansaço Excessivo dos Pés

·        Alterações Dérmicas

·        Dores Generalizadas

·        Mal Formações Congénitas (Pé Zambo, Espinha Bífida...)

·        Palmilhas Correctivas ou Compensatórias

 

Pé do Desportista

·        Lesões e Traumatismos (Entorses, Tendinites, Contusões...)

·        Estudo da Marcha

·        Estudo do Apoio do Pé

·        Palmilhas Personalizadas

 


publicado por Dra. Joana Azevedo às 13:07
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De Joana a 16 de Julho de 2010 às 16:00
Olá, chamo-me Joana e acabei este ano o meu curso de enfermagem. Foi-me apresentado pela enfermeira da diabetologia apresentar um projecto para o centro de saúde para a diabetologia II, uma vez que a enfermeira que lá se encontrava reformou-se. O projecto baseia-se em prestar cuidados aos pés dos diabéticos.Durante as aulas nunca trabalhámos essa área da podologia e gostava de aprender mais sobre isso para poder implementar esse projecto. que conselhos me dá? Tem conhecimento de alguma formação que vá haver nos próximos tempos? agradecia que respondesse para o meu email: jvazera@hotmail.com


De Solange Aparecida do Nascimento a 3 de Janeiro de 2011 às 21:28
Joana , no meio do ano de 2010 terminei o curso de Graduaçao Tecnologica em Podologia pela Universidade Anhembi Morumbi, esta é a primeira Universidade que oferece a graduação para os podologos. No curso temos aulas falando sobre os pés diabéticos, a tríade mais frequente nos pés diabeticos e outrar complicações, a fisiologia da doença é debatida sempre pelos professores. O seu projeto é muito importante, sendo que os individuos acomentidos pela diabetes não tem noção da gravidade da doença e os estragos que ela traz para o organismo. Joana me oferece se você precisar do meu profissional estou a disposição.


De Dra. Joana Azevedo a 9 de Março de 2011 às 19:13
Cara Solange,

desde já agradeço o seu comentário.

Cumprimentos
Joana Azevedo
Podologista


De Jogos a 2 de Dezembro de 2010 às 18:25
Não conhecia esta especilidade


De José Castro a 21 de Janeiro de 2011 às 16:10
Acho q eu é aqui fundamental fazer uma distinção, segundo o que li a Podologia no mundo tem vários "estados" e graduações, Nos EUA é uma derivante de medicina como outra especialidade qualquer, em Portugal é uma licenciatura universitária independente e no Brasil é associado à estética. Parece-me que às vezes não se faz essa distinção e pode não ser benéfico haver confusões porque se corre o risco de informar erroneamente o paciente ou se estivermos no Brasil o cliente.
Quanto à Sra. enfermeira é de louvar que se queira informar em vez de fazer como muita gente faz que trabalha de "ouvido", mas no meu caso prefiro contactar um profissional licenciado na área para ir às consultas.


De Cecília a 17 de Fevereiro de 2011 às 09:23
Bom dia, Dra. Joana!

Gostava que me informasse se a podologia também estuda casos de joanetes.
Tenho imensas dores no pé direito e o joanete em estado avançado e começo a sentir no esquerdo.
Receio ser operada, visto que já tive duas opiniões de médicos, completamente contrárias.
Aguardo um conselho seu.
Obrigada!


De Dra. Joana Azevedo a 9 de Março de 2011 às 21:36
Cara Cecília,

Os tratamentos ortopodológicos para estas alterações passam pelo recurso a tratamentos compensatórios e paliativos, de forma a evitar a progressão da patologia, bem como neutralizar a causa da mesma.
Estes tratamentos passam pelo uso de ortóteses digitais que impedem a progressão do desvio dos dedos, suportes plantares (“palmilhas”) personalizadas que neutralizam a alteração biomecânica que está na base etiológica da patologia, entre outros.
São tratamentos indolores que têm como principal objectivo evitar a evolução da patologia, uma vez que actua na causa da mesma e dar mais conforto e neutralidade ao pé.
É necessário ter em conta que os joanetes são consequência de uma alteração da estrutura do pé, logo a intervenção a nível local do joante pode não resolver o problema definitivamente, havendo uma grande probabilidade de recidivar e por vezes de forma mais grave .

Cumprimentos,

Joana Azevedo
Podologista


De cristina gamboa a 25 de Maio de 2011 às 20:44
Ha para ai um dos dois anos que começou me a doer os pés por baixo ,parecem doridos e quando ando começa me a doer me. A medica da minha empresa disse me para comprar palmilhas de silicone porque deveria ser pés chatos, no inicio aliviou um pouco mas agora não.gostaria de saber se conseguem me informar o k poderia ser.agradeço qualquer informação


De Dra. Joana Azevedo a 29 de Maio de 2011 às 11:22
Cara Criatina,

Se o seu problema estiver relacionado com uma alteração biomecanica como o pe chato ou pe plano e indicado que use uma palmilha ou suporte plantar.
Se a palmilha de silicone não foi o suficiente para resolver o seu problema, aconselho-a a recorrer a um podologista que após. Uma cuidada avaliacao biomecânica lhe indicara o tratamento ortopodologico mais aconselhado para o seu caso. Se realmente estiver indicado o uso de suportes plantares, estes devem ser realizados mediante a obtenção de moldes plantares que permitem que o suporte fique 100% adaptados aos seus pés.

Cumprimentos,
Joana Azevedo
Podologista


De Paula Almeida a 30 de Maio de 2011 às 16:46
Boa Tarde, descobri através da esteticista que tenho uma micose na unha do dedo do pé, já andei a investigar e o tratamento frequentemente aplicado é muito longo, depois entrei numa página que falava no tratamento através do laser que é bem mais rápido. Onde posso encontrar um podologista que use o laser como forma de tratamento? existe em Portugal? É seguro e rápido como dizem?
Grata pela atenção


De Dra. Joana Azevedo a 21 de Agosto de 2011 às 18:24
Caro Paulo,

Pelo que conheço do tratamento a laser, sei que é bastante utilizado no Estados Unidos, mas também sei que não é assim tão mais rápido do que o tratamento que cá se faz.

O número de tratamentos é bastante mais rápido, uma vez que são necessárias apenas uma ou duas sessões. Contudo o tempo de renovação da unha é sensivelmente o mesmo do que os demais tratamentos (8 a 12 meses).

Em Portugal não conheço nenhum colega que aplique este tratamento, contudo pode existir.

cumprimentos,

Joana Azevedo
Podologista


De Ana Fontes a 8 de Junho de 2011 às 14:52
Boa Tarde
Há cerca de oito dias comecei a sentir um ador muito intensa na "planta " do pé direito, aqchei que era um osso que queria furar a carne, atribui a um mau jeito, fui ao hospital fizeram rx e nada... o médico medicou-me com antiinflamatório e disse que seria um espigão a nascer para dentro, não se vê nada realmente, só por vezes uma pequena manha amarelada, perguntei o que deveria fazer pois não aguento as dores, ele disse que tomasse o anti inflamatorio e não ha nada a fazer há mais de oito dias a ser medicada e cada vez com mais dores, não posso crer que não se poide fazer nada, Alguém me ajuda p.f.. Obrigada


De izabel de paula a 20 de Julho de 2011 às 23:14
boa noite,chamo izabel sou esteticista desde 2000, mas adoro pés e maos, e gostava de estudar podologia, pode me sugeri onde ir? vivo em lisboa obrigada izabel de paula


De ROSANA SOSA a 3 de Dezembro de 2011 às 01:40
Dra Joana Azevedo, sou podóloga de Caxias do Sul, estou terminando o curso técnico na UCS, e estou com problema de um estudo de caso de um paciente portado de diabete mellitus há varios anos e também apresenta problemas de vascularização nos membros inferiores (neuropatia e vasculopatia periférica) teve a amputação da perna direita acima do joelho. O paciente após a cirurgia sente muita dor no membro amputado. Qual o motivo dessa dor e quais músculos, ossos e vasos sanguineos foram envolvidos na amputação.
Outro caso o paciente percebe-se onicocriptose bilateral do hálux esq. e dir., calo interdigital entre o 3º e 4º dedo, o paciente se queixa de muitas dores na região plantar, especificamente na abóboda do pée calcaneo, principalmente as primeiras horas da manhã. Qual a etiologia para esas dores e patologias relatadas, os orgãos envolvidos e quais as orientações que um podologo poderá dar para este paciente.


De Dra. Joana Azevedo a 7 de Dezembro de 2011 às 10:06
Cara Rosana,

uma vez que não posso analisar o paciente e como Profissional de Saúde vai perceber que o nosso Estudo, Formação e Investigação são contínuos e por isso cada caso menos simples, deve ser encarado como um desafio para podermos aprofundar os nossos conhecimentos e cada vez mais evoluir como profissionais e ajudar os pacientes.

Contudo vou tentar deixar-lhe umas linhas orientativas que poderão ser úteis para a sua pesquisa.

Quanto ao primeiro caso; por vezes os pacientes amputados sofrem de um síndroma denominado de Sindroma do Membro Fantasma e referem dor no membro amputado. Procure informação sobre esta patologia.

Quanto ao segundo caso, pelo que percebo a sintomatologia dolorosa é no calcanhar e no arco longitudinal interno talvez mais proximal. Deve começar por realizar uma Avalição Biomecânica Estática e Dinâmica, com Exame Físico rigoroso para perceber e diagnosticar correctamente a Alteração Biomecânica presente que é a etiologia do problema. Se suspeitar de Fasceíte Plantar com evolução para Esporão de Calcâneo, pode solicitar uma radiografia como Meio Complementar de Diagnóstico de forma a comprovar o Diagnóstico Clínico.

Quanto ás orientações que pode dar ao paciente, os Podologistas/Podiatras podem realizar e aplicar Tratamentos Ortopodológicos que minimizam as alterações biomecânicas presentes pelo que se comprovasse a presença de uma Alteração Biomecânica seria essa a minha recomendação.

Cumprimentos,

Joana Azevedo
Podologista/Podiatra


De Andreia a 23 de Maio de 2012 às 23:03
Boa tarde eu tenho 22 anos e gostaria de saber quais são os tipos de tratamentos para os dedos sobreposto, estou muito interessada porque tenho o dedo antes do dedo mindinho sobreposto ao terceiro e sinto-me desconfortavel com o dedo assim... pode-me ajudar? obrigada


Comentar post

Dra. Joana Azevedo
Podologista
Licenciada pela Escola Superior de Saúde do Vale do Ave. Especialização no New York College of Podiatric Medicine (NYCPM). Exerce actividade clínica desde 2003 com cédula profissional nº 128 da Associação Portuguesa de Podologia. Membro fundador do Núcleo de Podologia da ESSVA. Podologista do canal Sapo Saúde desde 2005. Actualmente tem consultórios no Estoril e em Oeiras.

logo new york college of podiatric medicine-1
Consultórios:

Clínica Parque do Estoril - Grupo Cordeiro Saúde
Tel. 219236381
Av. Aida, 153 Lj - 2765-187 Estoril
(em frente ao jardim do casino, a 50m da estação da CP do Estoril)

Clínica Navegantes
Tel. 214412533
Av. Dr. Francisco Sá Carneiro, 14A 2780-240 Oeiras
(junto da biblioteca de Oeiras e dos SMAS - Serviços Municipalizados de Oeiras)

Vídeos
posts recentes

Quem são os podologistas?

O que é a Podologia?

Podologistas. Podologia. ...

Podologia. Podologistas

Podologia. Podologistas

podologia, podologistas -...

podologia, podologistas -...

Podologistas, Podologia,4...

IX CONGRESSO NACIONAL DE ...

Podologia / Podologistas ...

links
arquivos

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Fevereiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Maio 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Outubro 2008

Maio 2008

Janeiro 2008

Outubro 2007

Setembro 2007

blogs SAPO
Subscrever feeds
Imagem de fundo: David Hofmann.