Bem-vindo(a) à Linha Podológica. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Podologia, a ciência da área da saúde humana responsável pela investigação, prevenção, diagnóstico e tratamento dos problemas de saúde do pé e das suas repercussões no corpo humano.

Espero que este blog lhe seja útil!
Este blog foi feito a pensar na saúde e bem-estar dos seus pés. Espero que lhe seja útil! Compostos por 26 ossos, 33 articulações, 20 músculos e mais de 100 ligamentos, os pés são o alicerce de todo o corpo, e é deles que depende o equilíbrio do aparelho locomotor. A saúde e o bem estar dos nossos pés deve ser mais do que uma simples preocupação estética e requer os cuidados especializados de um Podologista.

Pesquisar

 

Artigos

Tags

todas as tags

Terça-feira, 20 de Novembro de 2012

Micoses

Os cuidados que protegem os seus pés desta patologia

Aparecem frequentemente quando as condições do meio se tornam ideais para o desenvolvimento de fungos.
«O ambiente quente, húmido, fechado e escuro que algum calçado proporciona é favorável ao desenvolvimento de fungos, que facilmente penetram na nossa pele», alerta Joana Azevedo, podologista.
O contágio é mais frequente em locais como piscinas e balneários públicos ou através de toalhas mal lavadas.
O tratamento local da patologia passa pelo «uso de antifúngicos locais e/ou orais, antissépticos, adstringentes e/ou queratolíticos», que devem ser aconselhados por um podologista ou por um dermatologista.
Como prevenir
É importante criar hábitos de higiene adequados, «lavando os pés com água e sabão neutro, e secando cuidadosamente os espaços entre os dedos, sem esfregar a pele».
Joana Azevedo aconselha arejar e alternar o calçado e diz que «o uso de meias 100% de algodão é fundamental para evitar o aquecimento da pele, bem como evitar reações adversas por contacto com fibras sintéticas, servindo também para absorver a transpiração». Para além disso, observe os pés regularmente e trate de imediato o pé de atleta (micose frequente) para evitar a sua progressão.

Fonte:

Texto: Cláudia Vale da Silva com Joana Azevedo (podologista na Clínica Parque do Estoril)
A responsabilidade editorial desta informação é da revista PREVENIR.


publicado por Dra. Joana Azevedo às 19:48

link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Joana Braga a 1 de Dezembro de 2012 às 14:19
Dra. Joana,

Há já mais de 5 anos que me debato com uma onicomicose na unha do dedo grande do pé esquerdo. Trata-se de uma unha que sofreu um traumatismo (foi pisada) e, em consequência do mesmo, caiu. Cresceu normalmente, durante cerca de 1 ano, sem sintomas de micose, mas um pouco mais frágil que as outras (mais fina). Um segundo traumatismo fê-la levantar e cair de novo. Começou a crescer novamente, mas desta vez estriada paralelamente à cutícula, não manifestando nenhuma alteração de cor ou de espessura. Acontece que na extremidade da unha, a matriz ungueal simplesmente deixou de existir, parecendo pele normal e lisa sob a unha a descolada (apenas na metade final). A partir daí, há cerca de 5 anos, a unha, que continua estriada horizontalmente, começou a ficar ligeiramente amarelada/acastanhada e nunca voltou a colar, tendo arqueado bastante, o que faz com que tenha que ter um enorme cuidado em relação a possíveis encravamentos. Consultei-me com uma podologista que me limpou e cortou a unha em várias sessões e me indicou o tratamento com tioconazol (trosyd) duas vezes por dia, a aplicar nos pés limpos e secos. Fiz este tratamento, com visitas regulares à podologista durante 1 ano e meio, mas não resultou. Perdi a esperança de alguma vez vir a ter uma recuperação completa. Hoje em dia, a unha esta exactamente como no início, sem progressão aparente da micose. Nunca voltou a colar na ponta e penso que seja essa a principal razão por que não consigo livrar-me do fungo. A unha não esfarela, apenas cresce estriada e amarelada, "descolada do leito na metade superior. Faço uma higiene apurada aos meus pés e unhas e nunca uso a mesma tesoura ou lima nas unhas saudáveis, corto a unha o máximo que consigo e limo toda a superfície da mesma, faço um polimento e aplico verniz colorido para que possa usar sandálias à vontade. A unha não me incomoda, desde que não a corte demasiado, comprometendo a protecção do próprio dedo contra as agressões do calçado. Agora, começo a notar que a unha do dedo grande do pé direito esta a ficar amarelada e estriada como a primeira. Pode ser um contágio causado pelo uso do verniz, hipótese que apenas me ocorreu há pouco tempo. Voltei a usar o Trosyd em ambas as unhas, mas não regressei à podologista, pois não vi resultados nenhuns com o tratamento que fiz anteriormente. A minha questão é a seguinte: existe alguma hipótese de que alguma vez venha a restaurar a matriz ungueal e a unha assente por completo na mesma? Devo retirar a unha por completo e tratar com o trosyd ou outro fármaco de aplicação tópica? Qual seria o tratamento que me aconselharia?
Obrigada pela atenção e continuação de um excelente trabalho.

Joana


De Walquiria a 25 de Setembro de 2016 às 17:30
Você já experimentou usar Loceryl esmalte....tive uma unha caída do dedão do pé como você e depois de um ano que cresceu deu micose na ponta que ficou descolada...usei este esmalte e a unha voltou a colar e após 5 meses de tratamento com este esmalte, usado uma vez por semana, a unha curou totalmente e ficou colada. Tem um medicamento oral descoberto recentemente que cura a micose. Procure um dermatologista para te prescrever.


De Sonia Rodrigues a 6 de Março de 2013 às 15:10
Em uma dieta equilibrada é lembrar as mulheres que desejam seguir uma dieta: ela prega responder rapidamente à falta de materiais necessários - perder o brilho, tornar-se áspera e frágil.

Quando os unhas são secas e quebradiças, e as extremidades da placa de unhas engrossado, pode dizer-se quanto à falta de vitaminas A e E, iodo, magnésio e cálcio.


Comentar post

Dra. Joana Azevedo
Podologista
Licenciada pela Escola Superior de Saúde do Vale do Ave. Especialização no New York College of Podiatric Medicine (NYCPM). Exerce actividade clínica desde 2003 com cédula profissional nº 128 da Associação Portuguesa de Podologia. Membro fundador do Núcleo de Podologia da ESSVA. Podologista do canal Sapo Saúde desde 2005. Actualmente tem consultórios no Estoril e em Oeiras.

logo new york college of podiatric medicine-1
Consultórios:

Clínica Parque do Estoril - Grupo Cordeiro Saúde
Tel. 219236381
Av. Aida, 153 Lj - 2765-187 Estoril
(em frente ao jardim do casino, a 50m da estação da CP do Estoril)

Clínica Navegantes
Tel. 214412533
Av. Dr. Francisco Sá Carneiro, 14A 2780-240 Oeiras
(junto da biblioteca de Oeiras e dos SMAS - Serviços Municipalizados de Oeiras)

Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Vídeos

Ligações

blogs SAPO

subscrever feeds