Bem-vindo(a) à Linha Podológica. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Podologia, a ciência da área da saúde humana responsável pela investigação, prevenção, diagnóstico e tratamento dos problemas de saúde do pé e das suas repercussões no corpo humano.

Espero que este blog lhe seja útil!
Este blog foi feito a pensar na saúde e bem-estar dos seus pés. Espero que lhe seja útil! Compostos por 26 ossos, 33 articulações, 20 músculos e mais de 100 ligamentos, os pés são o alicerce de todo o corpo, e é deles que depende o equilíbrio do aparelho locomotor. A saúde e o bem estar dos nossos pés deve ser mais do que uma simples preocupação estética e requer os cuidados especializados de um Podologista.

Pesquisar

 

Artigos

Tags

todas as tags


Quarta-feira, 2 de Setembro de 2009

Onicomicose na Gravidez

Boa tarde, tenho uma questão acerca onicomicoses, que pelo descrito parece ser o tenho na unha do pé há cerca de 2 ou 3 semanas. A minha questão é, estando eu grávida suponho que não possa fazer tratamento. será que o fungo pode piorar pora falta de tratamento e/ou alastrar para outras unhas? E será que há algum tratamento alternativo que possa aplicar?
Agradeço a sua ajuda!
 
Sandra Santos
Ericeira 

 

Cara Sandra,

O tratamento das onicomicoses, passa pela aplicação de um medicamento antifúngico ou antimicótico e também pela limpeza das unhas em consultório de Podologia.

O procedimento clínico de limpeza é tão importante quanto a aplicação do medicamento, uma vez que retira grande parte da unha afectada, facilitando o seu crescimento saudável mais rapidamente. É um procedimento semelhante a retirar uma cárie de um dente, só após a limpeza do dente é possivel tratá-lo convenientemente.

Este procedimento clínico de limpeza pode e deve ser feito em grávidas não tem qualquer problema ou risco para a saúde da mãe ou do bébé. E impede que a micose continue a alastrar e a desenvolver-se.

Quanto ao tratamento medicamentoso, os antifúngicos que contêm químicos na sua composição não podem ser utilizados durante a gravidez e o periodo de amamentação. Contudo hoje em dia já existem produtos completamente naturais provenientes de plantas que também são eficazes no combate aos fungos e podem ser utilizados de forma segura pelas grávidas.

 Pelo que pode perceber esperar para tratar a sua onicomicose é um erro, pois vai permitir que o fungo alastre e contamine cada vez mais as suas unhas.

Cumprimentos,

Joana Azevedo


 


publicado por Dra. Joana Azevedo às 17:37

link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

Sexta-feira, 23 de Maio de 2008

Onicomicoses/Micoses nas Unhas

 

As onicomicoses (micoses que afectam as unhas), devem-se à presença de fungos nas unhas que, tal como na pele, originam alterações no local onde se encontram.
 
Nas unhas é frequente observarmos que estas ficam mais grossas, com aspecto envelhecido, com coloração diferente, que pode ser esbranquiçada, amarelada, etc. Pode apresentar-se descolada do leito, ou apresentar depósitos “farinhentos” que frequentemente cheiram mal.
Com o avançar da patologia é frequente a unha encravar. Em estados avançados da doença o crescente engrossamento da lâmina ungueal pode dificultar o uso de sapatos fechados podendo provocar dores e mal estar constantes.
 
O tratamento desta patologia não é complicado nem doloroso se tratado por um podologista/podiatra. Na maioria das vezes demora entre 6 e 8 meses. Nos casos mais avançados pode demorar um ano ou mais até à cura completa. nOs estados iniciais de onicomicose pode demorar menos de 6 meses, mas são casos mais raros.
 
Este é o tempo necessário para que a unha cresça na totalidade, já que cresce apenas cerca de 2mm por mês e é fundamental manter o tratamento até à completa substituição/regeneração da unha afectada.
 
O tratamento só é eficaz se juntamente com o tratamento farmacológico forem feitos tratamentos podológicos mensais, bimensais ou trimensais dependendo do grau de afectação das unhas.
 
Os tratamentos de onicomicose consistem no rebaixamento das unhas, procedimentos de limpeza e reeducação ungueal, este último processo é fundamental para garantir o correcto crescimento da unha sem que encrave ou perca o seu trajecto e configuração normais.
O arrancamento das unhas bem como a eliminação da matriz para que a unha não cresça mais (matricectomia total), não são tratamentos de eleição para este tipo de patologia.
 
Como deve perceber este é um processo que requer técnicas e meios específicos, pelo que o recurso a um podologista/podiatra é fundamental para que possa receber o tratamento adequado, ser esclarecido e aconselhado sobre o tratamento que deverá seguir em casa de forma continuada até ao fim do tratamento.
 

publicado por Dra. Joana Azevedo às 10:03

link do post | comentar | ver comentários (40) | favorito

Dra. Joana Azevedo
Podologista
Licenciada pela Escola Superior de Saúde do Vale do Ave. Especialização no New York College of Podiatric Medicine (NYCPM). Exerce actividade clínica desde 2003 com cédula profissional nº 128 da Associação Portuguesa de Podologia. Membro fundador do Núcleo de Podologia da ESSVA. Podologista do canal Sapo Saúde desde 2005. Actualmente tem consultórios no Estoril.

logo new york college of podiatric medicine-1
Consultórios:

Clínica Parque do Estoril - Grupo Cordeiro Saúde
Tel. 219236381
Av. Aida, 153 Lj - 2765-187 Estoril
(em frente ao jardim do casino, a 50m da estação da CP do Estoril)



Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Vídeos

Ligações

blogs SAPO

subscrever feeds